sexta-feira, setembro 15, 2006

Saudade

Por quem choras?
Por quem rogas teus terços?

Oh, sentimento ingrato…
Oh, saudade de um destino!

Porque me levas?
Porque quem me tomas?
Porque fazes de mim um capricho?

Se ao menos tivesses pena de mim!
Se ao menos soubesses que eu existo…
Se ao menos me deixasses sentir-te…!

Mas…

Tu extravasas a minha ALMA,
Com o teu cheiro tão português…
Tenho hoje, tal como outrora

Saudades de sentir saudade!

4 comentários:

ZezinhoMota disse...

Mesmo sem postares mereces o Certificado que tenho no meu blog para ti.

Bjnhs

ZezinhoMota

darkest poet disse...

é um poema extremamente bonito =)

bjs*

NAMIBIANO FERREIRA disse...

A sua poesia de gaveta ou como diz, os seu pensamentos tem excelente veia poética e bom gosto. Pedia autorizacao para editar esta bela Saudade no meu blog Cores & Palavras, respeitando, claro está, os direitos autorais e a merecida referencia ao seu blog.
Abracos

NAMIBIANO FERREIRA disse...

Obrigado e aqui está!
http://coresepalavras.blogspot.com/2008/09/saudade.html